segunda-feira, 9 de abril de 2012

Sopa de Afogado, uma Especialidade Alentejana.

Já fui de férias, já voltei para casa, mas antes fui passar a Páscoa em casa dos sogros. Ambos alentejanos e muito apreciadores dos pratos tradicionais, fiz para o nosso almoço de domingo uma receita de família, da minha sogra, da zona de Nisa.
Esta sopa pode ser feita com os miúdos do borrego ou cabrito e com o sangue, mas habitualmente, e por não conseguir o sangue, faço só com cabrito, tal como esta que trago aqui hoje.

A sopa foi feita para 10 pessoas, e as quantidades que deixo foram as que usei, mas podem ser reduzidas conforme o nº de pessoas.




Ingredientes

  • 1/2 cabrito partido em bocados pequenos com os miúdos
  • 2 cebolas picadas
  • 4 dentes de alho picados
  • azeite q.b.
  • 4 tomates de lata picados, com a calda
  • 8 a 10 cravinhos
  • 3 folhas de louro
  • sal e pimenta
  • água
  • pão alentejano em fatias finas


Preparação

Num tacho grande, levar a cebola e os alhos a refogar no azeite. Juntar o tomate, o louro, o cravinho, o sal e a pimenta e deixar ferver um pouco.
Adicionar o cabrito envolver, deixar ferver mais um pouco e juntar água suficiente para fazer a sopa. Tapar o tacho e deixar cozer bem a carne.
Se for necessário juntar mais água porque o pão embebe bastante.

Colocar as fatias de pão numa terrina e deitar a carne e o caldo por cima.
Servir de imediato.


Nota - A foto foi tirada antes do almoço, e a terrina preparada só para esse fim, por isso o caldo foi absorvido e não deitei mais, mas a sopa tem que ser servida com bastante caldo.

18 comentários:

  1. Nunca provei tal prato mas se é alentejano está aprovadissimo!!!

    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  2. Tudo o que é Alentejano conta comigo. Adoro a comida alentejana!!!!
    Tem óptimo aspecto, tenho de fazer um dia destes.

    ResponderEliminar
  3. Gisela,

    Cá em casa a Páscoa também foi Alentejana. Eu não sou das maiores fãs desta carne mas o Pedro adoraria esta tua sopa, com o pãozinho para amparar o molho. ;-)

    Um beijo e boa semana (de volta a casa)*

    ResponderEliminar
  4. o aspecto era muito bom apesar de eu dispensar pois o borrego e o cabrito não se damos muito bem mas terrina era linda beijinhos boa semana

    ResponderEliminar
  5. Que comida reconfortante digna de uma mesa cheia de familia. Uma boa semana para ti.

    ResponderEliminar
  6. Gisela, o cheirinho chegou aqui (acho que vou tirar um bocadinho para o meu jantar)

    ResponderEliminar
  7. Tem um aspecto maravilhoso! Gosto muito de cabrito, acho que iria adorar este prato.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. O aspecto é óptimo, o nome é curioso, não conhecia.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Talvez por ter uma costela alentejana, estes pratinhos fazem as minhas delícias. Parece que estou a sentir o cheirinho! :) Beijinho

    ResponderEliminar
  10. mas que bom que deve ser amiga, uma maravilha das boas tradições....bjokitas

    ResponderEliminar
  11. Gi, comida alentejana é deliciosa, essa tua sopa, deve ser deliciosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Uma rica sopinha do meu Alentejo Gisela, obrigada por partilhares aqui

    beijinhos!!

    ResponderEliminar
  13. Gisela, não conhecia esta sopa alentejana. E eu que adoro todas as especialidades alentejanas. Gosto do nome :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  14. deve ser delicioso! como a comida alentejana costuma ser :) um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Gisela isto de andar a preparar terrinas só para a foto, tem que se diga :) estava eu a pensar assim: ela enganou-se no título isto não é uma sopa :):) mas estou esclarecida depois de ver a tua nota :)
    Tem um aspecto fantástico, só podia ser uma especialidade Alentejana :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Estou de volta depois destas mini-férias.
    Espero que a tua Páscoa tenho sido fantástica e repleta de amor e felicidade.
    Já estive a ver as tuas novas receitinhas e fiquei maravilhada...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Gisa, esta receitas com sabor a tradição ficam sempre bem nas mesas de festa.
    A foto já diz tudo: que delícia! :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Adoro este tipo de spas alentejanas...
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar